quarta-feira, agosto 29, 2007

La Perle

Deito-me. Ela: não diz. Vem direita... a mim. Dobra-se em caracol, como se o meu corpo fosse a concha. Ajeita as costas, de três primaveras, deitando-se sob o meu ventre, para que a carne se una. Para que a proteja. Esfrega a face, como se esta cantasse, sobre a minha mão. Mira-me os sinais dos braços que tanto a fazem sonhar. Pega-me nos braços e olha: olha para o meu infinito. Deixa-se sonhar por entre os sinais dos meus braços que lhe embalam a voz. Apenas a voz.

2 comentários:

Ch disse...

Pior é que palavras leva-as o vento

llq disse...

Bwaahahahha! Awesome. xoxwedding dress sleeves pumps christian louboutin. Accessories