terça-feira, novembro 07, 2006

Dôda

Sou mesmo uma tonta.Tão tarde... Uma "dôda"...bem vou por-me a caminho de casa que hoje é mais longo. É a pé. Pé a pé...e está um frio de rachar. Sim porque para variar, o carro desapareceu. Talvez regresse amanhã...isto de emprestar o carro na tentativa de ajudar tem muito que se lhe diga! É, agora sou a cinderela...ao chegar a casa, o sapato talvez me sirva de tanto espezinhanço sobre a calçada. E na tentativa de me por em casa até à meia noite, talvez a carroça de um qualquer transeunte se transforme em abóbora(ou abóboda?). Eu até gosto mais de abóbora.
Amanhã é um novo dia.

2 comentários:

nogas disse...

Sinceramente tu emprestaste a única coisa que não se empresta a ninguém... O carro!!! Tudo o resto se pode emprestar, o risco é não ser devolvido, ou devolvido em mau estado ou com muito uso: CDs, DVDs, Roupa, Telemóvel (cuidado com o saldo), Livros, Roupa, A Mulher, etc. Sim A Mulher também se empresta, ela só vai se quiser... no meu caso, se quiser ir escusa de voltar !!! Agora o carro não, por mais vergonhas que nos faça passar, o carro não!!! Ele não consegue recusar ir!!!
Obs. Eu se tiver um amigo em necessidade também empresto o meu, mas não devia.
Beijos Rui Nogueira

Sophia disse...

LOL!!és único