quarta-feira, dezembro 21, 2011

Torto a direito

Não sou poeta
Mas tenho o coração desfeito
Moeda de troca certa
Para quem torto anda a direito

1 comentário:

pedras contra canhões disse...

Felizmente ha não-poetas assim.