quarta-feira, junho 17, 2009

Turbulence

Não há nada que me faça dormir. Nada mesmo. Um jetlagzito, e nada me faz dormir.
Chegada às 5h30 da manhã no avião com destino a Lisboa. Os nossos pratos, as nossas guitarras sofridas pela turbulência e pelos tapetes torcidos a dor na descarga das almas. Todos nós sofridos pela noite fria de um ceú incolor, abandonando o sonho, carregamos apenas, na mala, a promessa de voltar muito em breve aos Açores.
Amanhã fotos. Beijos e promessas:)

1 comentário:

llq disse...

Possibly the most amazing blog that I read all year! cap sleeve wedding dress�� Christian Louboutin Boots Beach Wedding dresses